Fábulas Edificantes para todas as Idades

As Árvores e o Machado

Não existe Sabedoria sem respeito Mútuo...

Fábulas de Esopo - As Árvores e o Machado

Um homem foi à floresta e pediu às árvores para que estas lhe doassem um cabo para o seu machado novo.

O conselho das árvores, uma assembléia composta pelos Anciãos considerados mais sábios, de comum acordo, aceita o seu pedido, e assim lhe oferecem o tronco de uma jovem Árvore para que sua deliberação fosse cumprida.

E Tão logo o homem coloca o novo cabo no seu machado, começa furiosamente a usá-lo. E em pouco tempo já havia derrubado com seus potentes golpes as maiores, antigas e mais nobres árvores daquele bosque.

Um velho Carvalho, observando a destruição à sua volta, comenta desolado com um Cedro seu vizinho:

"O primeiro passo, este sim significou a perdição de todas nós. Se tivéssemos respeitado os direitos daquela jovem árvore, também teríamos preservado os nossos, e poderíamos ficar de pé ainda por muitos anos..."

Moral da História 1:
O verdadeiro sábio não menospreza, nem demonstra indiferença ou preconceito, e jamais cultiva o sentimento de superioridade em relação a nenhum ser vivo...

Moral da História 2:
O Maior problema do falso sábio é a dificuldade em reconhecer sua própria ignorância...

Leia Também...